Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Manchester City empata fora e tem encerrada série de 12 vitórias seguidas

Manchester City empata fora e tem encerrada série de 12 vitórias seguidas
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

O Manchester City tropeçou neste sábado e deu novo fôlego aos rivais na briga pelo título do Campeonato Inglês. Fora de casa, o time de Pep Guardiola buscou o empate por 1 a 1 e teve encerrada uma série de 12 vitórias consecutivas na competição – ou oito triunfos seguidos por diferentes competições.


O resultado inesperado deixou o City com 57, ainda com uma grande vantagem na liderança do campeonato. Mas com alguma esperança para Liverpool e Chelsea, segundo e terceiro colocados, respectivamente. O vice-líder é que tem mais chances de alcançar o primeiro colocado e não somente por ter um ponto a mais que o terceiro: 45 a 44.

O Liverpool tem dois jogos a menos que o City, o que poderia reduzir a distância para seis pontos. E líder e vice-líder ainda vão se enfrentar neste segundo turno do Inglês. Já o Southampton, que também conteve o líder no primeiro turno (0 a 0), está em 12º lugar, com 25 pontos.

Quando entraram em campo neste sábado, 32 pontos separavam o Manchester City do Southampton na tabela (56 a 24). Com o amplo favoritismo do líder do campeonato, já era esperado um duelo direto entre o ataque dos visitantes e a defesa anfitriã.

Mas o confronto se tornou ainda mais franco quando os donos da casa abriram o placar logo aos 6 minutos de jogo. Walker-Peter fez bela tabela com Redmond e finalizou cruzado para as redes. O goleiro brasileiro Ederson não conseguiu evitar o gol.

A vantagem precoce do Southampton escancarou o duelo ataque-defesa e restringiu a partida a uma constante pressão do City. O time de Guardiola tentava de todas as formas o empate, lançando mão de seus conhecidos e variados recursos, em investidas pela esquerda, pela direita, em infiltrações pelo meio e em finalizações de longe.

O empate acabou saindo em um simples lance de bola parada. Aos 19 minutos do segundo tempo, De Bruyne cobrou falta na área e o zagueiro Laporte surpreendeu a marcação ao surgir de trás e cabecear para as redes. Inspirado, o meia belga quase anotou o gol da virada. Em chute de longe, carimbou a trave cinco minutos depois.

Porém, a pressão não apenas deixou de se tornar mais intensa como esfriou geral. O ataque, liderada por Gabriel Jesus (entrou no segundo tempo no lugar de Sterling), Grealish e Foden, deixou a desejar. E a posse de bola de 74% não se traduziu em lances de maior perigo e gols, mantendo a igualdade no placar até o apito final.

Comentários