Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Passageira se recusa a usar máscara e voo para Londres retorna a aeroporto

Passageira se recusa a usar máscara e voo para Londres retorna a aeroporto
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) Um avião da American Airlines, que saiu de Miami, nos EUA, com destino a Londres, na Inglaterra, teve que retornar ao aeroporto americano porque uma passageira se recusou a usar máscara durante o voo.

O voo AAL 38 decolou na noite de quarta-feira (19), mas precisou retornar uma hora após a partida, segundo estimativa do site Flighradar24.

Os policiais abordaram os passageiros do voo no Aeroporto Internacional de Miami, quando o avião retornou, e escoltaram uma mulher com cerca de 40 anos para fora do avião, declarou ao The New York Times Lea Gonzalez, porta-voz do Departamento de Polícia de Miami. “Apesar do incidente, ela não foi presa”, informou.

O Boeing 777, transportando 129 passageiros e 14 tripulantes, já havia percorrido 800 km dos mais de 7 mil km que separam Miami de Londres quando inverteu o curso enquanto sobrevoava a costa da Carolina do Norte, como indicam os rastreadores de voo.

A American Airlines informou em um comunicado que o voo foi desviado por causa de “uma cliente perturbadora que se recusou a cumprir o requisito federal de uso de máscara”. O episódio foi mais um em uma longa lista de disputas pelo uso de máscaras em voos que surgiram durante a pandemia.

Em outubro, um passageiro foi acusado de atingir uma comissária de bordo da American Airlines no nariz, provocando uma concussão, depois que lhe foi exigido o uso da máscara. O executivo principal da companhia aérea chamou o episódio violento, ocorrido em um voo doméstico entre Califórnia e Nova York como “uma das piores demonstrações de comportamento indisciplinado que já testemunhamos”.

Em maio, uma mulher da Califórnia, a bordo de um voo da Southwest Airlines repetidamente socou uma comissária de bordo, quebrando três dentes da aeromoça, após ela lhe pedir que afivelasse o cinto de segurança, recolhesse a bandeja e usasse sua máscara corretamente.

Milhares de outros episódios envolvendo os passageiros indisciplinados ocorreram nos últimos anos, de acordo com a Administração da Aviação Federal dos EUA. De 1º de janeiro até a última terça-feira (18), a agência disse que recebeu 151 relatos de passageiros indisciplinados, 92 relacionados ao uso de máscaras de proteção. Durante o ano passado, o órgão recebeu 5.981 relatos de passageiros indisciplinados e 4.290 incidentes relacionados a máscaras.

Comentários