Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Advogada de Duda Reis diz que Nego do Borel descumpriu medida protetiva

Advogada de Duda Reis diz que Nego do Borel descumpriu medida protetiva
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Na última semana, o cantor Nego do Borel, 29, mostrou uma tatuagem nas redes sociais. Na nova imagem, que anteriormente era o nome Duda, uma homenagem a sua ex-namorada, Duda Reis, 20, ele escreveu o nome “William” e depois adicionou as palavras “do Borel”. Portanto, o que antes era uma prova de amor, agora virou uma homenagem aos MCs William e Duda do Borel.


Mas essa exposição não tem sido encarada de forma normal pela equipe de Duda Reis. Segundo a advogada Izabella Borges, Borel descumpriu a medida protetiva ao mostrar o nome “Duda” e, de forma indireta, se referir a ela, algo que era proibido desde o início do processo que ele responde por agressão.

“Confirmo que ele não poderia ter feito qualquer menção direta ou indireta por meio de comentário ou através de imagens como é o caso. Quando ele publica tatuagem que faz menção a ela e gera reportagens, matérias falando da Duda, ele acaba incorrendo na quebra da medida protetiva que o proibia de falar dela e do caso”, afirma a advogada em conversa com a reportagem.

Dessa forma, Izabella diz que já entrou com pedido na Justiça de uma audiência de advertência para comunicar que essa é uma forma de descumprimento da medida e com um pedido de investigação do crime previsto na Lei Maria da Penha.

Procurado, Nego do Borel, por meio de sua assessoria jurídica, não respondeu as perguntas feitas pela reportagem. Assim que isso acontecer esse texto será revisado.

Em setembro do ano passado, o cantor foi indiciado por lesão corporal contra Duda. A informação foi dada pela própria influenciadora em suas redes sociais e confirmada pela advogada do artista.

A defesa de Leno Maycon, que usa Nego do Borel como nome artístico, afirmou, em nota, que “ele foi indiciado por lesão corporal devido a perturbações psíquicas, segundo a autoridade policial, e não por agressão física, como a primeira vista parece” e acrescentou que o cantor vai provar sua inocência.

“Com relação ao indiciamento pela lesão corporal cumpre dizer que o fato é extremamente subjetivo, já que considerou perturbações psicológicas, e é só questão de tempo para o Leno também provar sua inocência, pois carece de comprovação fática a qual não se sustentará no processo penal.”

Após o término, a influenciadora e atriz o acusou de lesão corporal, violência doméstica, estupro de vulnerável, ameaça e injúria. Ele nega as acusações e chegou a pedir ajuda dos fãs nas redes sociais em fevereiro, afirmando que não sabia até quando iria aguentar ataques e julgamentos.

Comentários