Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Meia do Chelsea abandona seleção do Marrocos após polêmica com técnico bósnio

Meia do Chelsea abandona seleção do Marrocos após polêmica com técnico bósnio
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Principal nome da seleção de Marrocos, o meio-campista Hakim Ziyech, do Chelsea, que está em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, para a disputa do Mundial de Clubes, anunciou que não vai mais defender o time africano. A decisão acontece após uma série de polêmicas com o técnico bósnio Vahid Halilhodzic, comandante da equipe marroquina.


“Não vou voltar à seleção. Essa decisão é final. É perfeitamente claro como as coisas estão acontecendo lá. Estou focado naquilo que estou fazendo e isso passa pelo meu clube. Vou respeitar a decisão de Halilhodzic. Sinto pena pelos torcedores, mas essa é a situação”, escreveu Ziyech nas redes.

Os atritos começaram em junho, quando Halilhodzic afirmou que Ziyech teria fingido uma lesão para não jogar um amistoso contra Burkina Faso. Na ocasião, o comandante citou atrasos e falta de postura como líder da equipe. Desde então, o atleta não foi mais convocado.

Após a eliminação da seleção marroquina nas quartas de final da Copa Africana de Nações, o Halilhodzic foi questionado se estaria arrependido de não chamar Ziyech para a competição. O bósnio ratificou sua decisão, e voltou a criticar duramente o meia.

“Os jogadores que selecionei são os melhores do país. Eu não escolho um jogador que possa desequilibrar o grupo. Nem mesmo se o nome dele for Lionel Messi. O comportamento de Ziyech não se encaixa na seleção. Ele não quer treinar, não quer jogar. Ele não leva a sério, não vou implorar para ele voltar. Depois do torneio (Copa Africana de Nações) há três anos, ele foi o mais criticado. Foi vaiado. Não se esqueça disso”.

Comentários