Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Preso morre de ataque cardíaco ao saber que não enfrentaria pena de morte

Preso morre de ataque cardíaco ao saber que não enfrentaria pena de morte
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Um preso iraniano de 55 anos sofreu um ataque cardíaco fatal depois de saber que já não enfrentava a pena de morte. O homem tinha sido condenado por um homicídio cometido há 18 anos, mas a pena foi alterada depois de a família da vítima o ter perdoado.

O homem, identificado apenas pelo primeiro nome – Akbar – e que veio do sul do Irã, foi detido juntamente com outras quatro pessoas pelas autoridades por homicídio premeditado, destaca o jornal estatal iraniano Hamshahri, citado pelo Mirror.

Juntamente com um cúmplice, identificado como Davood, foi condenado e Davood chegou a ser executado. Akbar estava prestes a enfrentar o mesmo destino.

O homem, que tinha 37 anos quando ocorreu o crime, passou o resto da vida atrás das grades, em Bandar Abbas, temendo a pena de morte. O conselho de resolução de disputas do país conseguiu recentemente convencer a família da vítima a perdoa-lo, resultando na sua libertação. Inicialmente recusaram, mas ao saber da sua saúde debilitada, acabaram por dar a sua bênção.

Mas Akbar morreu antes de experienciar a liberdade novamente. Sofreu um ataque cardíaco depois de ser informado de que os familiares da vítima o tinham perdoaram e que já não enfrentava a execução. 

Ainda foi transportado para um centro de saúde, onde os médicos lutaram para lhe salvar a vida. No entanto, morreu cerca de uma hora depois de ter chegado.

Comentários