Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Santos fica duas vezes em vantagem, mas cede empate ao lanterna do Paulista

Santos fica duas vezes em vantagem, mas cede empate ao lanterna do Paulista
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Em mais uma exibição ruim, o Santos ficou no empate por 2 a 2 diante do Novorizontino neste domingo (27), na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Paulista. O clube alvinegro esteve duas vezes em vantagem, mas viu o lanterna do torneio buscar a igualdade.


Precisando vencer para tentar escapar da queda, o Novorizontino não ficou fechado mesmo fora de casa. O jogo mais franco permitiu ao Santos abrir o placar aos 11 minutos. Ângelo fez boa jogada pela direita e rolou para Balieiro, que cruzou. Goulart apareceu sozinho para subir firme e testar para o fundo da rede.

Apesar de certo equilíbrio, o clube alvinegro continuou levando mais perigo. Aos 31, novamente em jogada iniciada pela direta, Marcos Leonardo recebeu na marca do pênalti e se atrapalhou na hora de bater. O camisa 9 ainda ficou com a bola e cruzou para Goulart, que por pouco não alcançou.

A grande oportunidade dos visitantes veio nos acréscimos. Chrigor, que havia acabado de entrar na vaga do lesionado Bruno Silva, teve a bola sem marcação dentro da área. Porém, ele pegou muito embaixo e mandou longe da meta.

Com apenas dois minutos de bola rolando após o intervalo, Marcos Leonardo encontrou Marcos Guilherme na esquerda. Ele ajeitou o corpo e chutou cruzado, entretanto, a bola tocou na trave e voltou nas mãos do goleiro Giovanni.

Na sequência, em um lance bem polêmico, Balieiro dividiu com Léo Baiano na lateral da grande área, e o árbitro anotou a penalidade, aos cinco minutos do segundo tempo. Douglas Baggio deslocou o goleiro João Paulo e deixou tudo igual no placar.

A igualdade no marcador deixou o embate completamente aberto, com chances para os dois lados. Goulart, em mais uma cabeçada, quase marcou aos 15. No minuto seguinte, os visitantes puxaram o contragolpe, e Rômulo, cara a cara com João Paulo, parou no goleiro.

Já aos 28, Lucas Braga cruzou da esquerda, e bola passou por Goulart, que não subiu o bastante. Contudo, na sobra, Lucas Barbosa teve tempo para dominar e tocar no canto do gol para deixar o Santos mais uma vez em vantagem.

Aos 39, no entanto, Camacho afastou mal a bola, e ela caiu nos pés de Marcinho, que bateu de primeira, forte, sem chance para João Paulo.

O empate tirou o Santos da zona de classificação para a segunda fase do Estadual. Com apenas dez pontos ganhos, o clube alvinegro está empatado com o Santo André neste quesito, mas leva a pior no saldo de gols (-1 a -3) e fica apenas no terceiro lugar do grupo D.

Pela primeira vez desde a volta do futebol na temporada, o Santos terá uma semana livre para treinar. A equipe voltará a campo no sábado (5), às 18h30, quando visitará a Ferroviária em Araraquara, pela décima rodada. O jogo poderá marcar a estreia do técnico Fabián Bustos.

Já o Novorizontino visitará a Tuna Luso na quarta (2), às 15h30, pela primeira fase da Copa do Brasil. Pelo Paulista, só voltará a jogar no domingo seguinte (6), contra a Inter de Limeira, em rodada que poderá marcar seu rebaixamento -com três pontos, está a cinco dos primeiros times fora da zona de queda.

SANTOS
João Paulo; Vinicius Balieiro, Kaiky, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Camacho, Sandry (Jobson) e Ricardo Goulart (Bruno Oliveira); Ângelo (Lucas Barbosa), Marcos Leonardo (Rwan) e Marcos Guilherme (Lucas Braga). T.: Marcelo Fernandes

NOVORIZONTINO
Giovanni; Willean Lepo, Walber, Bruno Aguiar e Reverson; Léo Baiano (Adilson Goiano), Barba (Marcinho) e Douglas Baggio (Cléo Silva); Rômulo, Léo Tocantins e Bruno Silva (Chrigor). T.: Allan AalEstádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
VAR: José Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Lucas Barbosa (SAN); Chrigor e Wálber (NOV)
Gols: Ricardo Goulart (SAN), aos 11’/1ºT; Douglas Baggio (NOV), aos 5′, Lucas Barbosa (SAN), aos 28′, e Marcinho (NOV), aos 39’/2ºT

Comentários