Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Alexandre ordena instalação ‘imediata’ de tornozeleira em Daniel Silveira

Alexandre ordena instalação 'imediata' de tornozeleira em Daniel Silveira
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), reiterou nesta terça-feira, 29, a ordem para que o deputado federal Daniel Silveira (União Brasil-RJ) volte a ser monitorado por tornozeleira eletrônica.


Em despachos disparados nesta terça-feira, 29, com a indicação de urgência, o ministro determina a instalação ‘imediata’ do aparelho.

Moraes decidiu notificar o secretário de Administração Penitenciária do Distrito Federal, Wenderson de Souza Teles, e o superintendente da Polícia Federal em Brasília, Victor Cesar Carvalho dos Santos, para a ‘adoção das providências cabíveis para cumprimento da ordem’.

A decisão contra Daniel Silveira foi publicada no último sábado, 26. O ministro atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). O órgão afirmou que o deputado descumpriu medidas cautelares impostas quando foi autorizado a deixar a prisão. A PGR também apontou que o parlamentar vem agindo contra a democracia e tem aproveitado aparições públicas para atacar o STF e seus membros.

Além do monitoramento por tornozeleira, Moraes também proibiu o deputado de participar de eventos públicos e de sair de Petrópolis (RJ), onde mora, salvo para deslocamentos a Brasília (DF) para exercer o mandato.

Em entrevista à Joven Pan, na tarde desta terça, Daniel Silveira afirmou que vai ‘morar’ nas dependências da Câmara dos Deputados para impedir a instalação da tornozeleira. “Não vão colocar. Aqui dentro eu tenho imunidade”, disse. O deputado também afirmou que não vai cumprir a ordem ‘ilegal’ do ministro.

Comentários