Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Diretor-geral da Limpurb revela planejamento para criar ecopontos em Cuiabá

ffbf4491f478ca9210747724fb9ce3ef
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpub), Júnior Leite, afirmou que a Prefeitura de Cuiabá está trabalhando para criar de três a cinco ecopontos na Capital. Em entrevista concedida à imprensa, ele destacou que, seguindo determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, a medida deve ocorrer ainda neste ano.

Segundo o diretor, o chefe do Executivo deu à Limpurb a missão de criar programas e soluções inteligentes para fomentar o descarte regular de resíduos e, consequentemente, eliminar bolsões de lixo. Para Júnior, a implantação de ecopontos em diferentes regiões da cidade é uma dessas alternativas.

“Os ecopontos são uma saída para que possamos conseguir esse avanço. Nesses locais, as pessoas vão poder fazer o descarte, ao invés de jogar em um campinho, uma praça, na lateral das vias. A partir disso, a Prefeitura dará o destino correto para esse descarte. Então, o cidadão também terá um papel importante nesse trabalho de conscientização”, explicou.

O diretor argumenta ainda que, enquanto os ecopontos não são implantados, a população possui outras opções à disposição. Ele cita que uma delas é o programa Cata-treco que, por meio de agendamento, possibilita que caminhões percorram diversas comunidades fazendo o recolhimento de materiais inservíveis.

“Muitas vezes o cidadão não tem ou não sabe onde jogar. A coleta de lixo domiciliar não recolhe, por exemplo, uma cama velha. Então, o cidadão muitas vezes fica sem saber o que fazer com esse resíduo. Sendo assim, o Cata-treco faz a coleta desses materiais para que possamos levar para o local adequado”, completa.

Para conseguir atender todos os bairros da cidade, a Limpurb recebe solicitações por meio do WhatsApp (65) 99243-6502 e pelo telefone (65) 3645-5518. Além disso, são levados em consideração os pedidos formalizados pelos presidentes das Associações de Moradores de cada comunidade, administradores regionais e indicações dos vereadores.

“A responsabilidade de cuidar do meio ambiente é de todos nós. O cidadão precisa estar consciente de que cada um precisa fazer sua parte, de que o lixo deve ser descartado no lugar adequado. A Prefeitura está fazendo sua parte e buscando avançar, mas precisa que cada indivíduo também assuma sua parte nesse processo”, finalizou Júnior Leite. 

Comentários