Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Dr. Gimenez chama a atenção para crescimento do tráfico de mulheres para fins sexuais

9049b58ec6329a1e94cc147481590047620415b5e547c
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

 “É dia de celebração? Sim! Mas também é dia para analisarmos, refletirmos e nos informamos”, chama a atenção o deputado Dr. Gimenez, no Dia Internacional da Mulher, celebrado neste 8 de março, referindo-se ao crescimento do tráfico de mulheres para fins sexuais. 

O deputado está à frente do debate sobre tráfico de pessoas na Assembleia Legislativa. “Após ser chamado para integrar esse debate junto com outros gestores da região oeste, comecei me aprofundar no assunto e os números são alarmantes”, se preocupa.  

Gimenez relata que, em todo o mundo, de acordo com o último Relatório Global sobre Tráfico de Pessoas do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), mulheres e meninas continuam sendo as principais vítimas do tráfico de pessoas (65%). A finalidade de exploração sexual, que envolve principalmente vítimas femininas (92%), representa 50% dos casos. Ainda segundo esse mesmo relatório, entre as mulheres vítimas, 77% foram traficadas para a exploração sexual e 14% para fins laborais. 

Diante dos números, o deputado quis ouvir seus seguidores sobre o assunto. Em uma das enquetes nas redes sociais, ele perguntou se o público tinha conhecimento de que existem turismo sexual e que 70 mil mulheres eram vítimas de tráfico sexual na Europa?! – Usando o caso do áudio do deputado estadual de São Paulo, Arthur do Val, acusado de promover o turismo sexual e o desrespeito às mulheres da Ucrânia. 

“Mais de 50% responderam que não tem conhecimento. Isso é muito preocupante. Pois mostra a nós a deficiência ainda em informação, conhecimento, é um dos agravantes, sim, para esses números altos. Diante disso, peço a você, mulher, que busque pelos seus direitos, lute para que ele seja valido. Desconfie de promessas que tragam mudanças de vida rápidas. Divida as informações com alguém de sua confiança e denuncie, sempre. Acredite, o poder público tem lutado pela sua proteção”, declara.  

Nesta corrida pela vida, além de implantação de uma câmara temática para tratar as políticas públicas sobre o tráfico de pessoas, o parlamentar é autor da lei 11065/19, que amplia a segurança a mulher. Ela obriga os hospitais públicos e privados a fazerem o comunicado às delegacias de polícia sobre os atendimentos de mulheres vítimas de violência.

Outra lei de sua autoria que beneficia a mulher é a lei 11650/21. O dispositivo garante o acesso a todas as informações   sobre a prevenção do câncer de ovário, que está entre as doenças que mais matam mulheres. “Se você tem informação, você aumenta as chances de descobrir a doença de forma precoce e o índice de cura é elevado”, confirma. 

O deputado, em três anos de mandato, apresentou mais de 10 projetos de leis voltados à saúde, segurança e bem-estar da mulher. Gimenez também vem lutando pela mulher rural, trazendo essa bandeira na representação da mulher nos demais segmentos. 

“Vocês podem muito. E assim como qualquer outro ser humano, precisam de incentivo e acolhimento para que, muitas vezes, aflore toda essa potência. Como médico da família –  e, hoje, deputado, desenvolvi um olhar sensível ao público feminino. E é isso que procuro incentivar meus demais colegas de parlamento e a todos os homens que fazem parte do meu círculo. 

Gimenez finaliza colocando-se à disposição da mulher, no parlamento, para ajudar fazer valer o direito de cada uma. ”Parabéns pela sua força e resistência diante de tanta violência que ainda existe contra você. Conte comigo para ajudar fazer valer os seus direitos. E se alguém negá-los a você, mulher, denuncie imediatamente”, conclui.  

 

Comentários