Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Em casa, Liverpool e Bayern tentam confirmar favoritismo na Liga dos Campeões

Em casa, Liverpool e Bayern tentam confirmar favoritismo na Liga dos Campeões
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Contando com o apoio das suas torcidas, Liverpool e Bayern de Munique vão tentar nesta terça-feira, às 17 horas (de Brasília), confirmar o favoritismo para selarem suas vagas às quartas de final da Liga dos Campeões. O time inglês tem a seu favor a vitória sobre a Inter de Milão por 2 a 0, no jogo de ida, enquanto a equipe alemã precisa de um triunfo simples sobre o Salzburg para avançar.


A missão mais tranquila cabe ao Liverpool, que voltou a encantar nos últimos meses e acumula elogios pela Europa. Ainda sonhando com o título inglês, o time de Jürgen Klopp foi campeão da Copa da Liga Inglesa no fim de semana passado e ostenta uma invencibilidade de 15 jogos por diferentes competições.

Até o próprio Klopp, conhecido por ser comedido nas palavras, afirmou que a atual formação do Liverpool é o melhor time que já comandou na carreira, apesar dos títulos com o Borussia Dortmund e com o próprio time inglês nos últimos anos, incluindo a Liga dos Campeões.

Mais equilibrado do que na última temporada, o Liverpool atual segue com o goleiro Alisson e o volante Fabinho entre os titulares. Roberto Firmino deve começar no banco, à sombra do trio formado por Salah, Mané e Diogo Jota. O brasileiro ainda tem como concorrente o colombiano Luis Díaz, que começou bem sua trajetória no clube após ser contratado no fim do ano.

Thiago Alcântara, filho do brasileiro Mazinho, é dúvida porque sofreu uma pancada contra o Chelsea, na final da Copa da Liga Inglesa. O meia vem fazendo suas melhores apresentações com a camisa do time inglês nas últimas semanas. Foi assim justamente no jogo de ida contra a Inter, em Milão.

Mas o placar de 2 a 0 não refletiu o equilíbrio do duelo ao longo de 75 minutos. Os gols saíram justamente a partir dos 30 do segundo tempo. A Inter foi até melhor durante parte da etapa inicial, mas não mostrou o mesmo poder de fogo que o rival. Mais uma vez, o técnico Simone Inzaghi apostará no trio Perisic, Dzeko e Lautaro Martínez.

Para ter chances de se classificar, a Inter terá que ao menos devolver o placar da ida, uma missão complicada. Afinal, apenas dois times conseguiram marcar dois gols no Anfield nesta temporada: Leicester City e Milan. E ambos perderam estes jogos, apesar da boa produção ofensiva.

Para evitar este cenário, a Inter aposta na pressão logo no começo da partida. “Será importante e essencial marcar um gol no primeiro tempo. Será um jogo muito difícil, mas estamos muito motivados”, garantiu Inzaghi. “Demos o nosso melhor no primeiro jogo e vamos fazer o mesmo amanhã (terça).”

No outro confronto do dia, o Bayern terá que mostrar evolução para evitar os sustos da ida. Na Áustria, os alemães foram surpreendidos pelo Salzburg no primeiro tempo e só esboçaram reação na etapa final. O gol de empate, em 1 a 1, veio somente aos 45 minutos do segundo tempo.

O time alemão vive momento irregular na temporada. Perdeu para o modesto Bochum por 4 a 2, no Campeonato Alemão, antes da atuação apática diante do Salzburg. As duas vitórias obtidas na sequência e o empate por 1 a 1 com o Bayer Leverkusen não convenceram a torcida.

A boa notícia para o técnico Julian Nagelsmann é o retorno do goleiro e capitão Manuel Neuer, afastado por cerca de um mês devido a uma operação no joelho direito. O reserva Sven Ulreich foi o titular no jogo de ida contra os austríacos. Por outro lado, o treinador não terá Alphonso Davies, com um problema cardíaco, e nem Leon Goretzka, com lesão no joelho.

Como precisa da vitória para avançar (gol fora não é mais critério de desempate), o Bayern volta a apostar no quarteto formado por Coman, Thomas Müller, Sané e no goleador Lewandowski. Na ida, o polonês esteve aquém do esperado e Coman salvou ao marcar o gol de empate.

Comentários