Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Empresas vencedoras do ‘Prêmio Inova MT’ participam de intercâmbio empresarial em São Paulo

Em paralelo, as empresas também participarão do 9º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), se prepara para a I Missão Técnica Benchmarking em Gestão da Inovação, que será realizada entre os dias 08 e 11 de março, em São Paulo. A missão reunirá as seis empresas vencedoras do ‘I Prêmio Inova Mato Grosso’, realizado no mês de dezembro, em reconhecimento às empresas que empregaram esforços na aplicação e gestão da inovação no ano de 2021.  

O prêmio é uma iniciativa da Seciteci e conta com a parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), do Parque Tecnológico Mato Grosso e da Federação das Indústrias do Estado Mato Grosso (Fiemt), por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

A Missão Benchmarking é uma das premiações oferecidas pelo ‘Inova MT’, com o objetivo de promover o intercâmbio das empresas mato-grossenses com diferentes realidades do ramo empresarial. Foram vencedoras do prêmio as empresas: Luana Distribuidora de Confecções; Jong Kombucha; Donafresca Pescados; Agristore – Agronegócios Inteligentes; Vogel Engenharia e Consultoria; e Papel Nobre Materiais para Escritórios.

Cada uma das seis empresas enviará um representante, que durante três dias terá a missão de cumprir uma série de visitas a estabelecimentos de diferentes ramos da tecnologia, instalados em São Paulo. A missão será conduzida por representantes da Seciteci e do Parque Tecnológico Mato Grosso. A pasta também fará o custeio de todas as despesas referentes a transporte, hospedagem e alimentação dos participantes.

A meta é possibilitar a troca de experiência entre as empresas, que terão como ponto de partida a análise sobre diferentes inovações aplicadas para a solução de desafios diários. Além de expandir a visão empresarial agregando valor às atividades, as empresas mato-grossenses também serão estimuladas a perceberem os desafios enfrentados por outras empresas, que resistiram as intempéries do mercado e hoje se tornaram referência em suas áreas.

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria

Em paralelo, as empresas também participarão do 9º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O evento será nos dias 09 e 10 de março, no World Trade Center, em São Paulo, e reunirá as maiores tendências da inovação no Brasil e no mundo. A participação das empresas é uma cortesia da Fiemt, coparceira do ‘Prêmio Inova MT’.

A superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação, Lectícia Figueiredo, destaca que estão orgulhosos dos resultados que começaram a colher, após a realização do Prêmio Inova.

“Criamos a premiação exatamente em reconhecimento aos esforços dessas empresas, e no sentido de estimulá-las para o enfrentamento dos desafios, que poderão ser superados com a inclusão de tecnologia e inovação. E não estamos falando em soluções mirabolantes não. A possibilidade de uma simples troca de experiência entre duas empresas, pode trazer soluções simples e inovadoras para dificuldades até então consideradas complexas. Vamos aguçar o raciocínio empreendedor das empresas, para que elas possam desenvolver tecnologia, e perceberem que a inovação está mais presentes no nosso dia a dia, do que elas podem imaginar”, defendeu.

MAIS PRÊMIOS

Também serão investidos pela Fapemat R$ 360 mil na contratação de seis (06) pesquisadores com experiência nas áreas de pesquisa e inovação, para atuarem durante 12 meses no desenvolvimento de projetos inovadores dentro das empresas do Inova. Além de promover o desenvolvimento científico e agregar competitividade às empresas, os projetos deverão ter aplicabilidade comercial.   

A primeira edição do ‘Prêmio Inova MT’ reuniu 115 empresas, com atuação em diferentes ramos de atividade, de micro, pequeno e médio porte, e que ao longo do ano empregaram esforços na aplicação e gestão de inovação em suas áreas de competência.

Comentários