Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Homem é preso com armas de fogo furtadas e materiais utilizados para cometer crimes

- Foto por: PMMT
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

A Polícia Militar prendeu um homem, de 31 anos, pelos crimes de furto e porte ilegal de arma de fogo, na tarde desta segunda-feira (28.03), em Matupá. O suspeito foi identificado como um dos integrantes de uma quadrilha que furtou uma loja de caça e pesca. Com ele, foi encontrado duas armas de fogo, além de simulacros e uma quantia de R$ 4.500 em notas falsas.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta de 13h, a equipe da Agência Regional de Inteligência (ARI) do 15º Comando Regional identificou que um dos suspeitos que praticou o furto de armas de fogo em um estabelecimento comercial, na última sexta-feira (25), estaria pela BR-163, em sentido a Matupá, onde iria comercializar o armamento levado na ação criminosa.

Em diligências, o suspeito foi localizado em um veículo Ônix. Em vistoria ao carro, foram encontradas duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre .22 e um revólver calibre .38. Questionado, o criminoso confessou fazer parte da quadrilha que furtou o estabelecimento que o restante do material estaria em sua residência, na cidade de Colíder.

No local indicado, os policiais realizaram buscas e localizaram nove armas airsoft, sendo cinco furtadas na loja, uma espingarda de pressão, três coletes balísticos, R$ 4.500,00 em notas falsas, quatro placas veicular Mercosul frias e uma vasta quantidade de materiais utilizados em crimes de furto a banco, se destacando, um martelete, um expansor, três lixadeiras elétricas e um rolo de manta térmica de 30 metros. 

Diante do flagrante, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia da cidade, junto com todo o material apreendido, para registro da ocorrência e demais providências cabíveis. A PM segue em diligências para localizar o restante da quadrilha.

Disque-denúncia

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

 
Comentários