Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Jim Carrey se diz enojado com tapa de Will Smith e afirma: ‘Deveria ir preso’

Jim Carrey se diz enojado com tapa de Will Smith e afirma: 'Deveria ir preso'
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Atores e celebridades continuam repercutindo e dando as suas opiniões a respeito do tapa que Will Smith deu no rosto do comediante Chris Rock após uma piada com sua mulher no Oscar. Porém, uma das mais fortes foi a do ator Jim Carrey, que sugeriu que Smith deveria ter sido preso após a agressão em entrevista ao CBS Mornings.


No momento em que a apresentadora Gayle King pontuava que Rock não quis abrir um processo sobre o caso e perguntou se a atitude poderia levar o artista à cadeia, Carrey opinou: ”ele deveria [ir preso]”.

Ao ser questionado a respeito do que tinha achado de todo o episódio, Carrey não poupou as palavras. “Me senti enojado pela plateia o aplaudindo de pé. Hollywood é uma covardia em massa e tive a sensação que foi uma indicação clara de que não somos mais um clube legal”, disse. Smith acabou sendo eleito em seguida melhor ator e levou uma estatueta para casa.

“Ele [Chris] não quis ter o trabalho [de entrar com processo]. Eu teria avisado pela manhã que iria processar o Will em US$ 200 milhões porque aquele vídeo existirá para sempre e será onipresente. Esse insulto irá durar por muito tempo. Se você quiser pode gritar algo da plateia ou mostrar que não gostou no Twitter, mas você não tem o direito de subir no palco e bater no rosto de alguém”, emendou.

Na opinião de Carrey, “Will tem algo acontecendo dentro dele que é muito frustrante”. “Muitas pessoas trabalharam muito para estar ali. E ter o momento de brilhar delas, de receber um prêmio pelo trabalho que fizeram. Foi um momento muito egoísta que encobriu todo o resto”, encerrou.

Depois que a poeira baixou e diminuíram as dúvidas de que aquilo era real, as redes sociais fervilharam com opiniões distintas. E, se o assunto ficou só à boca miúda após a festa, como relata o jornal britânico The Guardian, ao longo desta segunda diversas celebridades foram às redes, ora para defender a liberdade de Chris Rock como humorista, ora para apoiar a atitude de Smith em proteger sua mulher. O próprio ator, que pediu desculpas à Academia na hora, só publicou uma nota direcionada a Rock na noite desta segunda-feira (28), classificando a atitude como “imperdoável”.

Comentários