Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Operação cumpre mandados contra investigados por tráfico de drogas e homicídio em Nossa Senhora do Livramento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil, por meio da 3ª Delegacia de Várzea Grande, deflagrou nesta segunda-feira (28.03) a Operação Livramento para cumprimento de mandados judiciais contra alvos suspeitos de integrar uma facção criminosa envolvida com crimes de tráfico de drogas e homicídio em Nossa Senhora do Livramento.

Foram cumpridos dois mandados de busca decretados pela 1a Vara Criminal de Várzea Grande contra dois suspeitos, T.P.B., de 23 anos e M.J.O., 27 anos. Ambos foram presos em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas.

Na localidade de Carijó, na zona rural do município, a equipe da 3a Delegacia cumpriu um dos mandados de busca na resdidência do investigado de 23 anos. Na residência foi encontrada uma oprção de cocaína e apreendido também um aparelho celular onde foram encontradas conversas que tratavam da venda de drogas.

Em um bairro da cidade foi cumprido o outro mandado de busca contra o suspeito de envolvimento no homicídio que vitimou Junior Paulo de Campos, 30 anos, ocorrido há um ano, em Nossa Senhora do Livramento. O corpo da vítima foi encontrado em uma via pública, com perfurações de arma de fogo.

Na residência localizado no bairro Morro da Boa Vista, os policiais civis localizaram porções de maconha e um revólver calibre 38 com a numeração suprimida e seis munições intactas. Também foram aprendidos aparelhos celulares, dinheiro e uma espingarda de pressão.

Os investigadores apuraram que um dos suspeitos presos em flagrante havia comprado entorpecente do segundo alvo, também detido com drogas e armas de fogo.

Ambos foram conduzidos à 3ª Delegacia de Várzea Grande e autuados em flagrante, sendo posteriormente encmainhados para uma unidade prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Comentários