Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

PF e CGU combatem desvios de recursos destinados à Saúde e à Educação em Guarujá/SP

arquivo PF.jpg
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Santos/SP – A Polícia Federal, em ação integrada com a Controladoria-Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU), deflagrou hoje (29/3) a segunda fase da Operação NACAR, visando o aprofundamento das investigações que apuram fraudes nas contratações das áreas da saúde e da educação realizadas pela Prefeitura do Município de Guarujá/SP.

Participaram da deflagração 225 policiais federais e 3 auditores da CGU. Foram cumpridos 55 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Guarujá/SP, Santos/SP, São Vicente/SP, São Bernardo do Campo/SP, Carapicuíba/SP, São Paulo/SP, Campos do Jordão/SP e Brazópolis/MG.

A investigação tem como objetivo o combate de possíveis crimes de corrupção, desvios de recursos públicos e outros crimes correlatos, envolvendo verbas federais. Dentre as medidas determinadas pela Justiça Federal, estão o bloqueio de mais de R$ 110 milhões de bens e valores de envolvidos, além do afastamento de ocupantes de cargos comissionados e eletivos de suas funções.

Os investigados podem responder pelos crimes de peculato, corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As penas, se somadas, podem variar de 12 a 46 anos.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: (11) 3538-5013
E-mail: scs.srsp@pf.gov.br

 

***Nácar é a substância liberada pela ostra para se proteger e conter o corpo estranho, formando, assim, a pérola. O nome da operação é uma alusão ao processo de contenção de ações criminosas no município do Guarujá, conhecido como Pérola do Atlântico.

Comentários