Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Quadrilha é presa por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo

- Foto por: PMMT
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Policiais militares da Força Tática prenderam cinco pessoas, sendo quatro homens e uma mulher com idades entre 18 e 27 anos, e apreenderam três adolescentes, de 17 anos, na noite desta segunda-feira (28.03), em Cáceres. Os suspeitos foram presos pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, tráfico e uso ilícito de drogas.

Por volta de 19h, a equipe da Força Tática recebeu informações sobre dois suspeitos em uma motocicleta Titan prata, que estariam com uma arma de fogo. Ao abordarem a dupla, nada de ilícito foi encontrado, mas foi verificado que o condutor não possuía habilitação e a documentação da moto estava atrasada, sendo o veículo apreendido.

Questionados sobre a arma, um dos suspeitos afirmou que o objeto estaria em sua residência. Os policiais foram até o endereço indicado e encontraram a esposa do suspeito, que afirmou não saber sobre a arma de fogo, autorizando a equipe realizar buscas no imóvel. O objeto foi encontrado em uma prateleira, na área do imóvel.

Ao adentrarem na residência, os policiais encontraram os outros cinco suspeitos, sendo dois adultos e três adolescentes. A suspeita afirmou que os homens eram amigos de seu marido. Também foi sentido um forte odor de substância análoga a maconha e em entrevista aos suspeitos, os homens confessaram que são usuários de drogas e que compram os entorpecentes do dono da casa.

Em buscas pelo local, foram encontradas ainda um pote com pontas de cigarro de maconha, equipamentos utilizados para o tráfico, celulares e R$ 44,00 em dinheiro. Diante da situação, todos os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da cidade para registro da ocorrência e demais providências cabíveis.

Disque-denúncia

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Comentários