Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Secretaria Municipal de Turismo avança com preparativos para a 3ª edição do Festival da Pamonha

3e2df4f87ea65ef3085c68cdd8c88194
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

A comunidade Rios dos Peixes, localizada no quilômetro 23 da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), sediará a 3º edição do Festival da Pamonha. O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Turismo e será realizado do dia 21 a 24 de abril, como parte da programação de aniversário da Capital. Nesta segunda-feira (28), representantes da Prefeitura de Cuiabá e da comunidade fizeram mais uma reunião de alinhamento.

O encontro serviu para debater questões relacionadas à decoração do ambiente, padronização das barracas e uniformes, precificação dos produtos comercializados, criação de mascotes, e segurança. Também estão envolvidas na organização do festival as secretarias de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico; de Cultura, Esporte e Lazer; de Mobilidade Urbana; e a Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb).

“É um evento da gestão Emanuel Pinheiro, que envolve a parceria de todas as secretarias. O setor de turismo foi um dos mais prejudicados pela pandemia. Agora, estamos trabalhando projetos que irão alavancar essa região turística. Essa comunidade tem que ser um ponto de referência e é por isso que o prefeito Emanuel Pinheiro nos deu essa missão”, explicou o secretário de Turismo, Zito Adrien.

Para Zito, muito mais que um evento anual, o Festival da Pamonha é uma oportunidade para que a comunidade se organize e se fortaleça. Segundo ele, uma comunidade que busca trabalhar em unidade consegue se estruturar melhor, torna-se referência no que faz, e aumenta o poder de reivindicação perante o poder público.

“Não estamos fazendo esse evento só por uma questão técnica de governo. Estamos fazendo porque amamos essa comunidade que faz parte da rica história de Cuiabá. A gestão Emanuel Pinheiro está criando uma identidade. É isso que estamos começando a fazer aqui, para que essa comunidade tenha representatividade, independente de quem for o prefeito”, completou o secretário de Turismo.

O secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo, lembrou que a primeira edição do Festival da Pamonha foi realizada em 2018, alcançando a marca de quatro toneladas de milho vendidas. Já em 2019, esse número subiu expressivamente para 11 toneladas. Por conta da pandemia, o evento foi suspenso em 2020 e 2022. Agora, em 2022, é retomado com a meta de chegar a 25 toneladas comercializadas. 

“O festival ocorre em uma rodovia de grande movimentação. Quem vai para Chapada dos Guimarães ou retorna para Cuiabá tem que, obrigatoriamente, passar por essa via. Ou seja, estamos com uma grande possibilidade de consolidar a Rodovia Emanuel Pinheiro como o maior corredor turístico de Mato Grosso. Nessa região há um respeito muito grande pelo turista e uma qualidade gastronômica formidável”, disse Vuolo.

Comentários