Conexão MT

Notícias de Mato Grosso e do Mundo

Time feminino de Goalboll da AMC alcança título de campeã da Super Copa dos Campeões em São Paulo

afb2a4bfa137e799d76e40c7b848ea9d
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

O time feminino de ‘Goalboll’,  da Associação Mato-grossense dos Cegos-  AMC, conquistou o título de campeã da Super Copa dos Campeões, realizada em São Paulo, entre os dias 23 e 26 de março. Quatro atletas com deficiência visual fizeram bonito nas quadras, sendo esse o primeiro título após 16 anos de espera e muito treino. Por 6 a 3, a equipe de Mato Grosso derrubou a atual campeã do Distrito Federal.

“A gente surpreendeu a todos, mas nós estávamos muito confiantes. Viemos com a intenção de fazer nosso melhor e nos divertir em quadra. Foi o que fizemos. Ajudamos umas às outras e acreditamos que poderíamos conseguir. Do outro lado, não tinha um bicho de sete cabeças, eram três meninas, assim como do nosso lado. O tempo todo, acreditamos que éramos capazes”, disse a ala Carol Duarte, que terminou a competição com o troféu de artilheira ao marcar 19 gols.

Assim como na categoria ‘Goalboll’, a Prefeitura de Cuiabá por meio da Secretaria Adjunta da Pessoa com Deficiência no incentivo à prática esportiva, nesse momento em especial, a Associação Mato-grossense dos Cegos- AMC. O ‘Goalboll’ é um esporte criado especificamente para atender as pessoas com deficiência visual. 

“Esse é um dos eventos mais importantes e esperados do cenário, com a participação das principais equipes brasileiras. O evento foi essencial para divulgar os nossos talentos, e comprovamos que somos capazes para entrar nas disputas nacionais e mundiais. Estamos muito felizes com o resultado. Parabéns equipe”, disse o secretário-adjunta da Pessoa com Deficiência, Rubens da Silva, o ‘Rubinho da Guia’.

O treinador esportivo da equipe de Golboll da Associação Mato-grossense dos Cegos- AMC, Altemir Trape, traduziu o resultado como esforço e persistência. “Nos preparamos desde o mês de agosto do ano passado para essa grande competição. O ‘Goalboll’ em Mato Grosso é uma das modalidades mais tradicionais entre os atletas com deficiência visual e está hanckeada em primeiro lugar. Estou orgulhoso e com o sentimento de dever cumprido”, declarou o treinador.

“O esporte adaptado é essencial na vida das pessoas com algum tipo de deficiência. É uma grande ferramenta de inclusão social. Temos que ter um olhar muito bem direcionado para ofertar ações de vivência e de cidadania. Agradecemos o apoio sempre dispensado pela Prefeitura de Cuiabá”, agradeceu Altemir Trape.

 “Esses exemplos de força de vontade devem servir de incentivo para às pessoas com deficiência visual, que acreditam ser impossível praticar algum tipo de esporte. Eles provaram que é possível e que vale a pena”, finalizou Rubinho.

Com informações da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais.

 

Comentários