Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Em tom de despedida, Andreas Pereira dá vitória ao Flamengo na Libertadores

Em tom de despedida, Andreas Pereira dá vitória ao Flamengo na Libertadores
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Em jogo que pode ter marcado o fim do ciclo de Andreas Pereira na Gávea, o Flamengo deu um passo importante rumo à sequência da Libertadores ao derrotar o Tolima por 1 a 0 nesta quarta-feira, na Colômbia. A equipe rubro-negra saiu na frente no primeiro jogo das oitavas de final da competição e agora precisa de um empate na partida da volta. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, em partida que define o classificado às quartas de final.

O gol da vitória foi anotado pelo volante Andreas Pereira. Ele está de malas prontas para retornar ao futebol inglês. O seu contrato de empréstimo se encerra nesta quinta-feira e o jogador já está incluído na programação do Manchester United, dono de seus direitos federativos. Volante de habilidade, Andreas ficou marcado no clube pela falha que determinou o gol que deu o título da Libertadores do ano passado ao Palmeiras.

O jogo marcou mais uma atuação ruim da equipe carioca, que sofreu demais em campo e voltou a apresentar problemas na defesa e também inoperância no ataque. Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso é neste sábado, diante do Santos, fora de casa.

Ao contrário do que era esperado, o Flamengo iniciou a partida com Diego como primeiro volante e Thiago Maia e Andreas Pereira atuando mais recuados para facilitar a transição na saída de bola. Apesar de ter um meio-campo mais marcador, o time carioca mostrou desde o início muitas deficiências defensivas. O gol de Caicedo, invalidado corretamente pela arbitragem, que marcou impedimento no lance, já foi um indicativo do que estava por vir.

A válvula de escape do time carioca para chegar ao ataque era a jogada pela direita com Rodinei. O Tolima também dava espaços na defesa, e num belo lance de Andreas Pereira, viu o Flamengo sair em vantagem. O volante acertou um belo chute de meia distância e acertou o ângulo de Dominguez fazendo 1 a 0 aos 16 minutos.

O Flamengo, no entanto, se retraiu e sofreu com as próprios falhas. Os erros na saída de bola e os espaços deixados entre o meio-campo e a defesa chamaram o Tolima para o setor ofensivo. A atuação confusa de Diego e Thiago Maia foi um retrato de um time desorganizado taticamente.

O time colombiano criou oportunidades claras de gol pelo lado direito de ataque. O goleiro Santos precisou trabalhar muito e fez pelo menos quatro grandes defesas. No entanto, até ele cometeu uma falha incrível ao jogar a bola nos pés de Rovira na entrada da área.

O empate só não saiu porque Léo Pereira tirou a bola em cima da linha.

Só no primeiro tempo, os colombianos deram dez chutes a gol contra apenas cinco da equipe brasileira

Acostumado a ter maior posse de bola nos jogos, o Flamengo pouco criou. Gabigol foi peça decorativa no primeiro tempo. Sem conseguir organizar o time, Éverton Ribeiro e Arrascaeta também tiveram atuação discreta nos primeiros 45 minutos.

Para suportar a pressão no segundo tempo, o auxiliar Lucas Silvestre, que substituiu Dorival Júnior (suspenso) tirou Filipe Luís e Diego para as entradas de Lázaro e Ayrton Lucas.

O Tolima seguiu com mais ímpeto no ataque, porém, encontrou um time mais focado na marcação e teve mais dificuldades para ameaçar o gol rubro-negro. A opção por Marinho no lugar de Everton Ribeiro teve o sentido de tentar um contra-ataque para surpreender os colombianos.

O Tolima buscou pressão até o final, mas o Flamengo se fechou todo na defesa. Com uma grande atuação de Santos, a equipe carioca conseguiu segurar a importante vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

TOLIMA 0 X 1 FLAMENGO

TOLIMA: Domínguez; Riascos, Quiñones, Moya e Junior Hernández; Rovira, Ureña (Ramirez), Raziel García (Catanho) e Luis Miranda (Melendez); Lucumi e Juan Caicedo (Michael Rangel). Técnico: Hernán Torres.

FLAMENGO: Santos; Rodinei (Matheuzinho), David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís (Lázaro); Diego (Ayrton Lucas), Thiago Maia, Andreas Pereira e Éverton Ribeiro (Marinho); Arrascaeta e Gabriel Barbosa (Pedro). Técnico: Lucas Silvestre (auxiliar-técnico).

GOL – Andreas Pereira aos 16 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Jesús Valenzuela (VEN).

CARTÕES AMARELOS – Andreas Pereira, Diego, Gabriel Barbosa e David Luiz(Flamengo); Riascos e Raziel García (Tolima).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Murillo Del Toro, em Ibagué.


Comentários