Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Prefeitura de MT retoma uso obrigatório de máscaras

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Da redação Rogério Florentino

 

O município de Sorriso (396km de Cuiabá) decidiu reabrir o Hospital Municipal de Campanha no próximo dia 4 de julho. A medida foi tomada por conta do aumento no número de casos de Covid-19. A Prefeitura também determinou a obrigatoriedade do uso de máscaras em todas as unidades de saúde do Município e nas unidades hospitalares.

“Essa é uma doença que precisamos aprender a conviver e, nesse momento, precisamos de bom senso; por isso, seguindo orientação técnica decidimos pelo uso da máscara em ambientes de saúde”, afirmou o prefeito Ari Lafin (PSDB).

O secretário de Saúde do município, Sílvio Stolfo, reforçou a importância de quem ou testou positivo ou apresenta sintomas gripais usar máscara, além de ficar em isolamento. “Também estamos voltando com toda a estrutura anterior, com equipes visitando os pacientes em casa”, explica.

Atualmente o município tem 160 casos ativos de Covid-19, sendo 18 em crianças com até 11 anos e cinco em crianças de 0 a 5 anos, que ainda não foram imunizadas contra a Covid-19. “Essas 18 crianças são pacientes com sintomas leves a moderados e que estão em acompanhamento; nenhum deles está internado”, explica o secretário.

Há ainda seis adolescentes de 12 a 17 anos, e todos receberam duas doses. São mais 136 adultos infectados. Destes, 17 não receberam nenhuma dose, 11 só têm uma dose, 71 têm duas doses e 37 receberam três doses. Dentre os adultos, 4 estão internados, sendo três deles em UTIs e sem o esquema vacinal completo e um paciente não vacinado internado em enfermaria.

O secretário orienta que quem apresentar sintomas gripais ou dificuldade respiratória deve procurar imediatamente o Posto de Saúde da Família mais próximo de sua residência até a reabertura do hospital. Nesses casos, o paciente é orientado sobre a testagem no AME e, se der positivo, ele será reencaminhado para o PSF para a prescrição médica.

Comentários