Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Sobe para 6 o número de mortos do ataque russo em Mykolaiv

Sobe para 6 o número de mortos do ataque russo em Mykolaiv
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Aumentou para seis o número de vítimas mortais de um ataque russo que atingiu um edifício residencial, em Mykolaiv, no sul da Ucrânia, na quarta-feira (29). Outras cinco pessoas teriam ficado feridas.

Segundo o Serviço de Emergência da Ucrânia (SES), as operações de resgate continuam, sendo que, até ao momento, foram retirados seis corpos dos escombros.

“À noite, dos escombros do edifício residencial que o míssil russo atingiu, os socorristas recuperaram outro corpo. Até agora, seis pessoas foram identificadas como mortas, e cinco feridas. A operação de busca e salvamento está em andamento”, apontou o prefeito da cidade, Oleksandr Senkevych, na sua página do Telegram.

O responsável, que divulgou que oito mísseis atingiram a região, informou que sete outros edifícios foram atingidos.

Um vídeo, publicado pelo meio de comunicação bielorrusso Nexta, que poderá ver na galeria acima, mostra o momento da explosão.

Lançada a 24 de fevereiro, a ofensiva militar russa na Ucrânia já provocou a fuga de mais de 15 milhões de pessoas – mais de oito milhões de deslocados internos e mais de 7,5 milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da Organização das Nações Unidas (ONU), que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Além disso, cerca de 15 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária.

A ONU confirmou ainda que mais de quatro mil civis morreram e mais de cinco mil ficaram feridos na guerra, sublinhando que os números reais poderão ser muito superiores e só serão conhecidos quando houver acesso a zonas cercadas ou sob intensos combates.

A invasão russa – justificada pelo presidente russo pela necessidade de “desnazificar” e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia – foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e a imposição à Rússia de sanções que atingem praticamente todos os setores.

Comentários