Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Ciro diz que desempenho nas pesquisas deve melhorar com início da campanha na TV

Ciro diz que desempenho nas pesquisas deve melhorar com início da campanha na TV
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

O ex-ministro e candidato a presidente Ciro Gomes (PDT) disse, após participar da 74ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Brasília, que a estagnação nas pesquisas de intenção de voto não interfere em sua campanha, e que seu desempenho deve melhorar com início da campanha na TV em agosto.

“A campanha não começou, a campanha vai começar quando a gente tiver a oportunidade de entrar nos lares brasileiros que não tem tablet, não tem internet, não tem jornal (…). Daqui a pouco ele vai começar ver na TV. É a hora da campanha. Então eu não espero nenhum cavalo de pau, mas eu tenho absoluta segurança que a gente começará a ter 70% do eleitorado induzidos pelas pesquisas, pelos editoriais, pelos analistas, etc”, disse a jornalistas.

Na última pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, 28, o presidenciável se manteve estacionado no terceiro lugar com 8%, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tem 47%, e do presidente Jair Bolsonaro (PL), que ocupado o segundo lugar com 29% da intenções de voto.

Na avaliação de Ciro, menos de 30% do eleitorado tem participado das pesquisas até aqui, e quando as campanhas estiverem na TV, ele poderá mostrar para as pessoas que irá “libertar o Brasil do Bolsonaro já no primeiro turno”. “Depois você tem o seguinte, eu sou um profissional muito experiente. Quando você vai olhar esse camarada induzindo a responder ali coisa ruim, você tem 43% que estão dizendo que votam no Lula apesar da corrupção e acham que ele é o cara que vai libertar o Brasil do Bolsonaro”, completou.

A SBPC convidou os três candidatos que lideram as pesquisas de intenções de voto na corrida presidencial. Na quinta, 28, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou do evento. Bolsonaro não participou e justificou a ausência, de acordo com organizadores por “compromissos preestabelecidos em sua extensa agenda”.


Comentários