Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Idosa que recebeu alta do HMC classifica profissionais da saúde como anjos da guarda

913e2845d0b2bb363342d90a4dc2ce10
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

A idosa Pedrosa da Conceição, 76 anos, do município de Rosário Oeste (distante a 100 km de Cuiabá), foi transferida via Central de Regulação para atendimento no Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto-Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho”. Depois de 17 dias internada no HMC, a idosa classifica os profissionais da saúde como anjos da guarda. 

Acompanhada da filha Maria da Conceição, que reside em Lucas do Rio Verde, a idosa recebeu alta médica no dia 19 de julho. “Não sinto mais dor e nem febre. Só tenho a agradecer por todo o cuidado e carinho recebido. Fui até chamada carinhosamente de bebê pelo médico”, contou a idosa.

Segundo ela, a enfermidade tratada foi úlcera estomacal, esofagite, gastrite e uma bactéria no estômago. “Fiquei uma semana internada em uma unidade de saúde do município de Rosário Oeste, mas não descobriram minha enfermidade. Fui encaminhada para o HMC, e aqui fiz vários exames de sangue, realizei também a tomografia e endoscopia. Eu estava com muita dor e febre”, relatou.

Maria da Conceição revelou que a mãe recebeu muito acolhimento por toda equipe. “Em uma das crises de dor da minha mãe, a enfermeira ficou o tempo todo do nosso lado, acalmando e dando suporte, e a equipe médica foi maravilhosa. Agradeço muito, porque a medicação sanou a dor que ela sentia”, disse.

“Encontramos profissionais maravilhosos neste hospital, não temos do que reclamar. Nosso sentimento é de agradecimento por toda a atenção, e principalmente pela descoberta e tratamento com êxito da enfermidade. Agradeço, inclusive, o trabalho do setor de Nutrição. Minha mãe não se alimentava e a nutricionista foi chamada para ajudar no processo alimentar. E eu, como acompanhante, recebi refeições diárias. Achei a comida deliciosa”, completou a filha de Pedrosa.

O diretor-técnico do HMC, Vinicius Gatto, explica que o atendimento imediato é fundamental para salvar vidas e para o diagnóstico de doenças. “Todos os exames devem ser feitos de maneira rápida para auxiliar no diagnóstico e melhor conduta. É importante também o acolhimento médico e multidisciplinar”, destacou. 

Paulo Rós, diretor-geral do HMC, ressalta que o Hospital Municipal de Cuiabá, inaugurado na gestão Emanuel Pinheiro, é uma unidade fundamental para a população da capital e dos municípios do interior. “Nossa estrutura é uma das melhores unidades públicas do país, com equipamentos modernos para a realização de exames de alta complexidade, e tudo 100% via Sistema Único de Saúde – SUS”, pontuou.  

A idosa, mesmo com a alta hospitalar, vai permanecer com acompanhamento médico periódico. “Os cuidados continuam, com mudanças de hábitos alimentares e medicação”, ressaltou Pedrosa, que é casada e mãe de 8 filhos.

Comentários