Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Central de Acordos da PRR1 completa 2 anos e alcança a marca de 100 ANPPs

3fbb7211-b8a8-44c6-924a-9d4a41f23b9c
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Nesse período foram negociados mais de R$ 2,2 milhões


Imagem: Ascom PRR1

O Ministério Público Federal (MPF) comemora essa semana a marca de 100 acordos de não persecução penal fechados na 1ª Região. Nos últimos dois anos foram recuperados com os acordos mais de R$ 2,2 milhões a título de reparação de danos. A maior parte dos acordos são referentes ao crimes de estelionato previdenciário, com 17 acordos celebrados e mais de R$ 242 mil recuperados, e sonegação tributária, com a recuperação de mais de R$ 1,9 milhão em quatro acordos (confira tabela completa abaixo).  

O trabalho é desenvolvido pela Central de Acordos da Procuradoria Regional da República da 1ª Região (PRR1) – sede do Ministério Público Federal com atuação na 1ª Região – que celebrou os dois anos de existência na última sexta-feira, 29 de julho, com o 100º acordo assinado. Ele foi assinado pela procuradora regional da República Caroline Maciel da Costa Lima da Mata e envolvia um caso de uso de documento falso, o terceiro tipo de crime mais recorrente, totalizando 11 acordos fechados.  A central é resultado do projeto-piloto iniciado em 2020 com o Tribunal Regional da 1ª Região (TRF1). 

Com natureza de grupo de trabalho, a central de acordos foi criada para auxiliar os procuradores da PRR1 na operacionalização de ANPPs e outros acordos. Porém, como destaca o chefe do grupo, Osvaldo Marangon, tem sido comum a cooperação com outras unidades do MPF para facilitar a adoção de práticas semelhantes.

Exemplo recente foi a realização de ANPP pelo subprocurador-geral da República José Elaeres Marques Teixeira em processo tramitando no STJ sobre crime de falsificação de documento. Durante as tratativas, finalizadas no mês de julho, a Central de Acordos da PRR1 prestou auxílio ao gabinete do subprocurador-geral, fornecendo modelos de acordos, manuais de práticas e comunicações, experiências e lições aprendidas, etc. O mesmo tipo de auxílio tem sido prestado a outras Procuradorias Regionais da República. 

Agilidade – O trâmite dos acordos tem sido inteiramente virtual (o projeto foi implantado durante a pandemia de covid-19), o que tem garantido eficiência e agilidade ao trâmite, diminuindo o prazo de resolução para poucas semanas.

Com o objetivo de sistematizar, documentar e compartilhar suas práticas, a Central de Acordos divulga também o seu novo Manual de Procedimentos. O manual sistematiza, documenta e explica as atividades realizadas pela Central de Acordos, desde a solicitação do auxílio pelo gabinete do procurador, passando pelos atos de comunicação e negociação, até a assinatura digital do acordo. 

O que são os acordos? – Os ANPPs são acordos realizados após sentença mediante aplicação retroativa do art. 28-A do CPP, por conter norma de natureza penal mais benéfica. Essa atividade deverá ocorrer de forma transitória, e poderá alcançar, futuramente, outras modalidades de acordos.

A PRR1 é a unidade administrativa do Ministério Público Federal (MPF) que atua perante o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

tabelaCA-opcao3

Matérias relacionadas:

Projeto-piloto entre a PRR1 e o TRF1 chega a 80 ANPPs e ultrapassa R$ 1 milhão em valores negociados

PRR1 destaca resultados positivos na celebração de acordos de não persecução penal

Em um ano, Central de Acordos da PRR1 celebrou 40 ANPPs

Assessoria de Comunicação
Procuradoria Regional da República da 1ª Região
twitter.com/MPF_PRR1 
Informações à imprensa:
saj.mpf.mp.br
(61) 3317-4862/4865

Comentários