Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

Colombiano é desclassificado da Volta da França por tomar remédio banido

Colombiano é desclassificado da Volta da França por tomar remédio banido
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

Duas vezes vice-campeão da Volta da França, o ciclista colombiano Nairo Quintana foi desclassificado da principal competição da modalidade nesta quarta-feira. O atleta de 32 anos foi punido por ter ingerido remédio banido, mas que não configura doping. Ele poderá seguir competindo nas próximas semanas.

Quintana perdeu o sexto lugar obtido na competição, disputada no mês passado, em solo francês, por ter tomado o analgésico tramadol, proibido em 2019 pelos efeitos colaterais que pode apresentar e não por alguma vantagem a ser obtida na performance esportiva. O opióide pode atrapalhar o desempenho e ainda colocar em risco os rivais.

“Além do risco de dependência e vício, o medicamento apresenta comumente efeitos colaterais adversos, como tontura, sonolência e perda de atenção, que são incompatíveis com o ciclismo competitivo e pode colocar em perigo outros competidores”, argumenta a União Ciclística Internacional (UCI) em suas regras médicas.

Resquícios do analgésico foram detectados em amostras de sangue “ressecado” colhidas nos dias 8 e 13 de julho, durante a Volta da França. O caso de Quintana é o primeiro do mundo do esporte a ser constatado por este método novo de análise, o chamado “dried blood spot” ou DBS, aprovado pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) no ano passado.

Sem sofrer punições além da competição francesa, o colombiano deve voltar a competir na sexta-feira, na Volta da Espanha, que já ganhou em 2016. Ele também foi campeão do reconhecido Giro da Itália, em 2014. Na Volta da França, foi o segundo colocado geral em 2013 e 2015.


Comentários