Conexão MT

As Notícias se Encontram Aqui!

F1: Drugovich deve participar de TL1 ainda em 2022

2f091d9e-3ac4-22e2-c260-9b1b4999d209-scaled-crop-1663440377-2196x1010-1
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real CLICA AQUI

O mais recente campeão da Fórmula 2, Felipe Drugovich, já foi anunciado como piloto reserva e de desenvolvimento da Aston Martin F1 a partir de 2023. O brasileiro será o piloto reserva, além de ‘inaugurar’ o programa de treinamento da equipe, e deve fazer sua estreia na F1 ainda em 2022.

Drugovich, de 22 anos não tinha vínculo com nenhuma equipe de F1 quando iniciou sua terceira temporada na Fórmula 2 no início deste ano. No entanto, seu desempenho ao longo da temporada, além obviamente da conquista do título, faltando ainda duas corrida para o final, impressionou muitas equipes da F1.

Mas o brasileiro já está definido para ser o piloto reserva da Aston Martin a partir de 2023, ocupando o lugar que atualmente é de Nico Hulkenberg, e também fará parte do novo programa de treinamento da equipe. De fato, Lawrence Stroll, seguindo o exemplo da Red Bull, Ferrari, Mercedes e Alpine, também gostaria de ter seu próprio programa júnior.

googletag.cmd.push(function() { googletag.display(‘dmp-v-par-1’); });

No Twitter, a equipe britânica afirmou que Drugovich já completou seu primeiro dia de trabalho na fábrica em Silverstone. O campeão da F2 fez voltas no simulador e também seu assento de F1. A equipe indica na mensagem que isso é para o final do ano.

Segundo as mais recentes informações, Drugovich deve substituir Lance Stroll (filho do dono da Aston Martin, Lawrence Stroll) no TL1 do GP de Abu Dhabi, além de participar dos testes de jovens pilotos no circuito Yas Marina, logo após o encerramento da temporada 2022.

Comentários